viscossuplementação

Neurotomia ou Denervação percutânea por radiofrequência para tratar artrose do quadril


O quadril é uma articulação que classicamente não possui muitos tratamentos minimamente invasivos. Quando se trata de artrose do quadril, a situação ainda é pior. O paciente, antigamente, era fadado a realizar uma artroplastia, que é a cirurgia para substituir a articulação doente por uma prótese.

Atualmente, dispomos de tratamentos não cirúrgicos mais avançados para tratar a artrose, como a viscossuplementação, plasma rico em plaquetas e ondas de choque. Depois de ler esse texto, leia também os textos que preparei sobre cada um desses procedimentos para tratar artrose (seja do quadril, joelho, etc.).


PROBLEMA DA ARTROSE NO QUADRIL


A artrose do quadril quase nunca vem sozinha. A maioria dos pacientes chega também com problemas relacionados à síndrome da dor trocantérica (também conhecida como bursite trocantérica), tendinite do glúteo e dor lombar.

A dor dessas moléstias é bem parecida e pode inclusive confundir. Por isso, é imprescindível ser examinado pelo ortopedista especialista pra que ele possa determinar com maior precisão a origem da sua dor.

A dor do quadril pode ser mais localizada na virilha ou no “culote”. A partir de um desses locais, a dor pode migrar para a coluna, a nádega, ou descer para a coxa até chegar no joelho.
Isso te impede de andar, agachar e praticar esportes; ou seja, de fazer as coisas básicas do dia-a-dia de qualquer pessoa.


DENERVAÇÃO OU NEUROTOMIA


Antigamente, quando o tratamento inicial da artrose não funcionava (i.e., a fisioterapia, medicamentos, fortalecimento, etc), a opção era fazer uma prótese de quadril. Contudo, tratamentos novos e minimamente invasivos têm surgido, e podem evitar a necessidade de realizar uma cirurgia maior, que é a prótese.

A denervação (também chamada de neurotomia) é um desses tratamentos novos. Ela consiste em “destruir” o nervo que provoca a sua dor. Para que eu consiga “destruir” esse nervo que causa dor, utilizo uma tecnologia chamada de radiofrequência. Existem várias formas de radiofrequência: contínua, pulsada e refrigerada. Cada uma tem a sua indicação conforme a causa da dor.

O procedimento é realizado sob sedação anestésica para que você fique tranquilo durante a denervação. Depois que realizamos a sedação, introduzo agulhas bem fininhas na região doente (lembre-se que você estará sob sedação, então não será um procedimento desagradável pra você) e aplico as ondas de radiofrequência para “destruir o nervo”.


BENEFÍCIOS DA DENERVAÇÃO/NEUROTOMIA


Nos estudos, a eficácia do procedimento supera os 80%, e a melhora da dor se mantém por até 38 meses (~3 anos). Além disso, os pacientes têm a percepção de melhora global na qualidade de vida que supera 90%. Para chegar a esses benefícios tão satisfatórios, é necessária uma boa indicação, que vem de uma boa avaliação feita por ortopedista especializado. Por isso, cuide-se e informe-se. Acha que pode ser útil pra você? Verifique com um ortopedista especialista se você tem indicação de tratar a artrose do seu quadril com denervação (também chamada de neurotomia) percutânea.

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn