dr-carlos-vinicius-logo
joelho

Qual a causa da artrose?

A artrose é uma condição que afeta milhões de pessoas ao redor do mundo, causando dor e limitação de movimentos. Compreender as causas dessa doença é essencial para quem busca maneiras de prevenir e tratar seus sintomas. Neste artigo, vamos explorar as múltiplas causas da artrose, destacar quais delas podem ser modificadas e sugerir mudanças que podem ajudar na prevenção dessa condição.

O que é a artrose?

A artrose, também conhecida como osteoartrite, é uma doença degenerativa das articulações que resulta do desgaste progressivo da cartilagem que reveste os ossos nas articulações. Esse desgaste leva à inflamação, dor, rigidez e diminuição da mobilidade. A artrose pode afetar qualquer articulação do corpo, sendo mais comum nas mãos, joelhos, quadris e coluna vertebral.

Como a artrose funciona?

A artrose ocorre quando a cartilagem das articulações se desgasta ao longo do tempo. A cartilagem é um tecido flexível e liso que cobre as extremidades dos ossos em uma articulação, permitindo que eles se movam suavemente uns sobre os outros. Quando essa cartilagem se deteriora, os ossos começam a se esfregar diretamente, causando dor e inflamação.

 

 

Quais condições favorecem o desgaste (artrose)?

Diversos fatores podem contribuir para o desgaste das articulações e, consequentemente, para o desenvolvimento da artrose. Esses fatores podem ser classificados em dois tipos: modificáveis e não modificáveis.

Fatores não modificáveis

  • Idade Avançada: À medida que envelhecemos, o desgaste das articulações é uma consequência natural do processo de envelhecimento. A artrose é mais comum em pessoas com mais de 50 anos, pois a cartilagem que reveste as articulações tende a se desgastar com o tempo, tornando-se mais suscetível a danos.
  • Histórico Familiar (Genética): A genética desempenha um papel significativo no risco de desenvolver artrose. Se você tem parentes próximos que sofrem de artrose, suas chances de desenvolver a condição aumentam muito. Certos genes podem predispor indivíduos a uma degradação mais rápida da cartilagem ou a uma resposta inflamatória mais intensa.
  • Sexo: Mulheres são mais propensas a desenvolver artrose do que homens, especialmente após a menopausa. A queda nos níveis de estrogênio, um hormônio que ajuda a manter a saúde das articulações, contribui para o aumento do risco em mulheres.
  • Doenças Sistêmicas: Certas condições de saúde, como diabetes, hipertensão e doenças reumatológicas (por exemplo, artrite reumatoide), aumentam o risco de desenvolver artrose. Essas doenças afetam o metabolismo das articulações e a saúde geral do tecido cartilaginoso.
  • Lesões: Lesões traumáticas aceleram o desgaste das articulações porque produzem lesão direta na cartilagem e nos tecidos circunjacentes.

Fatores Modificáveis

  • Sedentarismo: A falta de atividade física contribui para o enfraquecimento dos músculos que suportam as articulações.
  • Exercícios Realizados de Maneira Incorreta: Movimentos inadequados durante atividades físicas podem causar danos às articulações pela sobrecarga mecânica.
  • Carregamento Excessivo de Peso: Levantar peso sem o devido preparo pode causa lesões na cartilagem e aceleram o desgaste.
  • Obesidade: O excesso de peso coloca pressão adicional nas articulações, especialmente nas pernas e coluna. Além disso, a obesidade é uma doença que provoca inflamação nos tecidos do corpo, contribuindo para a destruição da articulação
  • Desalinhamento das Articulações: Algumas pessoas nascem com articulações que não se alinham corretamente, o que pode causar desgaste irregular e mais rápido da cartilagem. Esse desalinhamento pode aumentar o risco de artrose em articulações específicas, como os joelhos.

A artrose tem cura?

Não há cura definitiva para a artrose. No entanto, tratamentos adequados com um médico ortopedista podem controlar os sintomas, melhorar a qualidade de vida e retardar a progressão da doença.

Como o tratamento é feito?

O tratamento da artrose pode incluir uma combinação de várias abordagens:

  • Fisioterapia
  • Medicamentos para alívio da dor
  • Procedimentos como ondas de choque
  • Infiltrações com ácido hialurônico, plasma rico em plaquetas, células-tronco e proloterapia
  • Denervações
  • Cirurgias (osteotomias e prótese)

É possível prevenir a artrose?

Embora não seja possível prevenir completamente a artrose, é possível reduzir o risco atuando nos fatores modificáveis que comentamos aqui no textol:

  • Manter um peso adequado
  • Praticar atividades físicas regularmente e sem excessos
  • Realizar exercícios da maneira correta
  • Evitar posturas e movimentos que sobrecarregam a coluna
  • Buscar tratamento adequado para lesões ou sintomas precoces de desgaste articular
  • Corrigir deformidades nos membros (ex.: joelho torto)

Compreender a artrose, suas causas, sintomas, tratamentos e formas de prevenção é essencial para enfrentar essa condição e buscar uma melhor qualidade de vida.

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn