artrose

Artrose: o que é e como tratá-la


Você sabe o que é artrose? A artrose é uma doença decorrente da perda de espessura da cartilagem que reveste as nossas articulações. Em outras palavras, é o “desgaste” da cartilagem.

Qualquer pessoa, seja homem ou mulher, pode passar por isso quando envelhecer, ou até mesmo antes de envelhecer, se sofrer alguma lesão na articulação, envolvendo, por exemplo, ligamentos, menisco, labrum e a própria cartilagem.

Neste artigo, confira mais informações sobre o que é artrose e como tratá-la. Dessa forma, você fica mais preparado para tentar evitar esse tipo de problema antes do tempo.


Saiba mais como acontece a artrose


Conforme envelhecemos, a cartilagem vai se desgastando. Nessa região, a água constitui 70% do conteúdo da cartilagem. Quando há o impacto, a cartilagem é comprimida e assim, expulsa a água que há dentro, que depois é reabsorvida quando há um relaxamento.

Então, ao longo do tempo e através do uso excessivo da articulação, o desgaste acontece. Esse líquido vai se desgastando também e por isso, a pessoa passa a sentir dor de acordo com alguns movimentos.

Sendo assim, mesmo que você não tenha casos na família, é possível desenvolver artrose. Ela pode afetar regiões como:

– Coluna;

– Joelhos;

– Quadris;

– Ombros

– E mãos.


Conheça sobre as causas da artrose


É normal pensar que a artrose só acontece quando envelhecemos, realmente, essa é uma das principais causas. Contudo, pessoas mais jovens, independentemente se for homem ou mulher também podem sofrer com esse tipo de problema.

É preciso avaliar que o desgaste da cartilagem pode ocorrer por diversos fatores. Confira quais são os fatores que podem influenciar nesse tipo de problema:


  • Doenças reumatológicas inflamatórias;
  • Traumas;
  • Necrose óssea (osteonecrose);
  • Doenças metabólicas e endócrinas;
  • Doenças congênitas do esqueleto;
  • Pequenas irregularidades nas superfícies articulares;
  • Desgaste natural (principalmente devido à idade);
  • Obesidade;
  • Movimentos repetitivos;
  • Esporte de alto impacto 

Em relação ao esporte, não significa que a pessoa não pode praticar, muito pelo contrário. Mas é importante sempre contar com um profissional que possa orientar nos exercícios, além de manter as consultas médicas preventivas em dia.


Sintomas da artrose


A permanência dos sintomas pode variar de pessoa para pessoa. Alguns podem sentir de forma mais intensa, outros sentem de forma mais forte e por mais tempo. Em alguns casos, os sintomas podem até desaparecer por algum tempo, mas isso não quer dizer que houve a cura da artrose.

Os sintomas são:


  • Dor na articulação e ao redor dela;
  • Perda da mobilidade, como por exemplo a dificuldade de conseguir dobrar ou estender uma determinada articulação;
  • Inchaço (derrame articular);
  • Estalos
  • Deformidade, ou seja, a articulação fica torta.

No início, a artrose pode não provocar nenhum sintoma. Como a evolução dessa condição pode demorar, os sintomas podem vir somente com o tempo.


Como prevenir o surgimento precoce da artrose e tratamentos disponíveis


O tratamento para artrose visa o alívio dos sintomas, porque até o momento não há como reverter o processo. Um dos tratamentos disponíveis para a artrose é a viscossuplementação, um procedimento onde é utilizado uma injeção dentro da articulação do paciente. 

O líquido dentro da injeção é composto por ácido hialurônico que ajuda a melhorar a articulação. Somente um médico especialista, normalmente o ortopedista, pode fazer esse tipo de procedimento, que pode ser repetido a cada 6 ou 12 meses, de acordo com a recuperação de cada caso.

Existem também outras substâncias que podem ser injetadas na articulação, como o plasma rico em plaquetas, células tronco derivadas da medula óssea, bioenxerto de gordura, glicose hipertônica, ozônio, entre outras.

Outro exemplo bem interessante de tratamento são as ondas de choque. Apesar do nome, o tratamento não tem relação com choque elétrico, são ondas sonoras que são muito úteis para regenerar os tecidos e funciona também como anti-inflamatório. Este procedimento também é realizado pelo médico ortopedista.

Em alguns casos, analgésicos comuns, podem ajudar a aliviar nos momentos em que o paciente sentir muita dor. Mas é importante consultar o médico para saber o que tomar e qual a dosagem correta para evitar dependência e efeitos colaterais graves.

Além disso, nos casos mais graves de artrose, ou que não foram bem-sucedidos com o tratamento não cirúrgico, pode ser necessário um tratamento cirúrgico, como:


  • Artroplastia (prótese);
  • Osteotomia (cirurgia que corrige deformidade);
  • Artrodese (cirurgia que “trava” a articulação)
  • Osteoplastia (uma modalidade de osteotomia).

Se você sentir algum sintoma, o indicado é buscar ajuda de um ortopedista especialista. A pessoa que sofre com artrose pode ter uma boa qualidade de vida, basta seguir as recomendações e o tratamento médico. Portanto, agora que você já sabe o que é artrose, não adie o tratamento, pois ele pode ajudar a lidar com as crises de dores e melhorar sua qualidade de vida.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn