transplante do menisco

Saiba quando é necessário fazer um transplante de menisco


Cada joelho tem dois meniscos, o menisco lateral e o menisco medial. Ambos são importantes para a saúde do joelho porque auxiliam a absorver impactos, dar mais firmeza ao joelho, lubrificar o joelho, entre outras funções.

A ausência de um dos meniscos pode aumentar até 300% o estresse sobre o joelho. Como resultado dessa ausência, a cartilagem do joelho desgasta mais rápido e você desenvolve uma doença chamada de artrose, que causa dor, diminui a mobilidade e diminui sua capacidade de realizar coisas básicas como andar.

Sabendo disso, hoje, nós ortopedistas tentamos de todas as maneiras salvar o seu menisco lesionado. Uma das técnicas utilizadas para isso é a sutura (i.e., o reparo) do menisco. Nesse procedimento, costuramos o menisco doente na expectativa que ele cicatrize e você possa voltar a usar seu joelho sem dor.

Entretanto, existem três situações que “não tem mais o que ser feito” por aquele menisco doente. A primeira delas é que a lesão do menisco é tão grave que não é possível suturar. A segunda é aquela em que já realizaram a sutura do seu menisco, mas o resultado não foi satisfatório. E a última é aquela em que foi realizado o procedimento de meniscectomia, ou seja, foi retirado parte (ou todo) do seu menisco. Essa situação é extremamente comum nas pessoas que foram operadas há mais de 15 anos, porque, antigamente, não se fazia a sutura, e o único tratamento era a remoção do menisco doente.

Para essas situações, uma das alternativas é fazer o transplante do menisco. Antes desse advento, o paciente ficava sofrendo com dor por muitos anos. Com o transplante de menisco, esses pacientes têm chance superior a 70% de melhorar a dor e a função do joelho doente. Se você tiver lesão do menisco, consulte-se com o ortopedista especialista para saber o melhor tratamento a ser empregado e se o transplante está indicado para o seu caso. Cuide-se e previna-se!

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn