Pessoa com dor por edema ósseo no joelho

Edema Ósseo: Causas, Sintomas e Tratamento

Quando se fala em problemas ortopédicos, muitas pessoas pensam em fraturas e entorses, mas há uma condição que, embora menos conhecida, pode ser igualmente desafiadora: o edema ósseo. Essa doença é extremamente comum e pode até tirar o sono de quem é acometido pelo problema. Este artigo é projetado para lhe dar uma visão clara e compreensiva sobre o que é o edema ósseo, suas causas, sintomas e opções de tratamento. 

O que é o Edema Ósseo?


O edema ósseo é o resultado da inflamação dentro do osso. Isso geralmente ocorre em resposta a uma lesão ou devido a uma condição médica subjacente que faz o osso ficar inflamado, produzindo acúmulo de líquido dentro dele e aumentando a pressão intraóssea 

Causas do Edema Ósseo


Uma lesão traumática, como uma fratura ou lesão de ligamento (LCA, por exemplo), ou uma doença degenerativa, como a osteoartrite, podem causar o edema ósseo, e as causas variam bastante. Outras condições médicas, como câncer ou infecções, também podem resultar em edema ósseo.

No joelho, este problema pode ocorrer como o resultado de uma lesão aguda (de ligamento ou menisco), como uma queda ou um golpe direto, osteoporose, fratura por estresse,  osteonecrose, ou devido a condições crônicas como a artrite.

Sintomas


O sintoma principal é dor. A dor pode ser mais leve ou tão intensa que chega a tirar o sono. A dor piora conforme você movimenta ou faz alguma atividade que antes não te incomodava.  Pode haver também inchaço no joelho, limitação dos movimentos e até dificuldade pra andar. Embora a dor possa ser semelhante a outros problemas ósseos, um ortopedista está bem equipado para distinguir e diagnosticar corretamente a condição.

A dor no local do edema ósseo tende a se agravar com o movimento ou a pressão aplicada na área afetada. Este tipo de dor é diferente de uma dor muscular, pois se acentua com a atividade física e pode perturbar o sono. Atividades que sobrecarregam a articulação do joelho, como correr, subir escadas ou agachar, podem agravar a dor.

É importante notar que os sintomas do edema ósseo podem ser semelhantes a outros problemas ósseos, tornando o diagnóstico um pouco complexo. Por exemplo, pode-se confundir a dor com uma lesão muscular simples ou uma condição mais séria como osteoporose ou até câncer ósseo. Por isso, é fundamental procurar a ajuda de um especialista quando esses sintomas aparecem.

Tratamento


O tratamento geralmente envolve abordar a causa subjacente, ou seja, a lesão de ligamento, de menisco, osteonecrose, etc. Isso pode incluir medicação, fisioterapia, infiltrações, ondas de choque  e, em alguns casos, cirurgia.

 

Para tratar o edema ósseo no joelho, o plano de tratamento pode necessitar de algumas especificidades. Medicação para a dor, como analgésicos e anti-inflamatórios, é frequentemente prescrita para ajudar a aliviar o desconforto e o inchaço na articulação do joelho. Em alguns casos, pode ser recomendada a utilização de muletas ou uma bengala para reduzir a pressão sobre o joelho e dar ao osso o repouso necessário para curar. Outros casos podem se beneficiar de infiltração com ácido hialurônico, plasma rico em plaquetas, células-tronco, entre outras substâncias. Por fim, em alguns casos, é melhor abordar com a realização de cirurgias como transplante de menisco ou de cartilagem, reparo do menisco, reconstrução de ligamentos, osteotomias e prótese de joelho.

É importante enfatizar que a orientação de um ortopedista é crucial para um tratamento bem-sucedido e recuperação adequada.

Conclusão


Embora essa possa ser uma condição preocupante, há muitas opções de tratamento disponíveis. Compreender esta condição e seus sintomas é o primeiro passo para a recuperação. Lembre-se, a orientação de um ortopedista é fundamental para um tratamento bem-sucedido.

Você possui edema ósseo?

Faça uma avaliação com o Dr. Carlos Vinícius!

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn