plaquetas

Plasma rico em plaquetas: mais de 300 proteínas para tratar diversas doenças


As plaquetas são famosas pela sua função relacionada à coagulação do sangue. Apesar disso, a função das plaquetas não se restringe somente a isso; afinal, elas possuem mais de 300 proteínas. É como se houvesse uma farmácia dentro das plaquetas.

Por outro lado, existem outras substâncias no sangue que não nos interessam do ponto de vista terapêutico. Por isso, nós separamos as plaquetas do restante do sangue, gerando um produto denominado plasma rico em plaquetas (PRP).

O plasma rico em plaquetas é composto por inúmeras proteínas que possuem duas funções principais: regenerar e desinflamar. Assim, se você tiver alguma lesão, o PRP pode te ajudar; ou se você estiver com alguma inflamação, ele também pode ser útil.

Abaixo, deixei uma lista de situações em que o plasma rico em plaquetas é indicado.


LESÕES:


  • Cartilagem (osteocondral): lesões agudas como no tálus, na patela e côndilo femoral; lesões crônicas durante um transplante de cartilagem.
  • Músculo: lesões no esporte para acelerar a recuperação do atleta, comumente envolvendo os isquiotibiais, reto femoral, gastrocnêmios, entre outros.
  • Tendão: lesões agudas e crônicas, sendo o mais comum o tendão de Aquiles, mas também o quadricipital, o patelar, manguito, entre outros.
  • Pele: lesões que podem apresentar dificuldade de cicatrização como as úlceras por pressão (escaras), isquêmicas e diabéticas.
  • Menisco: durante o reparo (sutura) ou transplante de menisco.

DIFICULDADE NA CICATRIZAÇÃO:


  • Fraturas: quando não cicatrizam no tempo esperado (ex.: retardo de união) ou param de cicatrizar (ex.: pseudoartrose, não união).
  • Necrose óssea: chamada de necrose avascular ou osteonecrose. Pode acometer a cabeça do fêmur (quadril), o fêmur distal (joelho), o escadoide (punho) e outros locais.
  • Úlceras e escaras

INFLAMAÇÃO:


  • Tendinite: as mais comuns são a epicondilite, calcâneo (Aquiles)
  • Fasciíte plantar: chamado também de esporão
  • Artrose (osteoartrite): locais mais frequentes são o joelho e quadril.

Essas são algumas situações em que o plasma rico em plaquetas está indicado. Consulte-se com o ortopedista especialista para verificar se seu caso pode se beneficiar com o PRP. Cuide-se e previna-se!

O Dr. Carlos Vinicius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui.

Dr. Carlos Vinícius Buarque de Gusmão 

Ortopedista Especialista em Joelho

CRM: 140.189 TEOT: 13.130 RQE: 58671

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn