lesão do menisco

9 tipos de lesão do menisco


Para cada tipo de lesão do menisco existe um tipo de tratamento. Por isso, confira neste artigo os tipos de lesão que o menisco pode sofrer.


Lesão horizontal ou degenerativa


É a lesão mais comum e é encontrada frequentemente nas pessoas que têm artrose do joelho. Representa o desgaste do menisco. Nessa situação, o menisco vai envelhecendo e forma a lesão horizontal.


Lesão oblíqua


Essa lesão é como se você cortasse o menisco de forma diagonal. Ela ocorre especialmente na parte de trás do menisco, chamada de corno posterior. É uma das lesões mais comuns e incomoda bastante quando você agacha ou dobra o joelho.


Lesão longitudinal


O traço dessa lesão corta o meio do menisco (chamado de corpo) de cima pra baixo, verticalmente. Com isso, forma-se um flap de menisco, ou seja, um pedaço dele fica solto. Ela produz incômodo durante os movimentos do joelho porque ela é tracionada pelo fêmur (osso da coxa).


Lesão em alça de balde


Quando a lesão longitudinal é muito grande, parte do menisco fica solto dentro do joelho e fica presa no meio do joelho, numa região chamada de intercôndilo. Essa lesão é tão grande que parece a alça de um balde. Por isso, recebe este nome.

Além disso, como o menisco fica preso no meio do joelho, o seu joelho pode travar e você tem dificuldade ou impossibilidade de dobrar e esticar o joelho.


Lesão radial


Essa lesão também tem um traço vertical (de cima para baixo), mas a diferença é que ela consegue dividir o menisco ao meio. Por isso, essa lesão é muito grave. Ela pode fazer o menisco sair do joelho, que é o que chamamos de extrusão.


Lesão complexa


Chamamos de lesão complexa quando o corte da lesão se dá em várias direções (horizontal, longitudinal, radial). É como se a parte lesada do menisco fosse triturada.

Lesão em rampa


Esse tipo de lesão ocorre especialmente quando há lesão do ligamento cruzado anterior. A lesão em rampa ocorre na parte de trás do menisco, onde ele se gruda com a cápsula do joelho. Por isso, essa lesão é do tipo meniscocapsular.

Outra variante da lesão em rampa, ocorre quando o menisco se desprende de seus ligamentos (também na parte de trás do joelho) coronários, que unem o menisco à tíbia. Essa lesão é do tipo meniscotibial.


Lesão da raiz


O menisco possui duas raízes, a da frente (raiz anterior) e a de trás (raiz posterior). A raiz é a ponta (extremidade) do menisco que se fixa na tíbia (osso da perna). Quando ocorre lesão na raiz, o menisco também fica solto no joelho e pode ocorrer o que chamamos de extrusão.


Extrusão


A extrusão, como já falado anteriormente, é quando o menisco se desprende do joelho e “sai pra fora” do joelho. Na verdade, o menisco não sai por inteiro; sai somente uma parte (no mínimo 3 milímetros, mas não mais que 9mm).

Várias situações podem causar a extrusão, como degeneração meniscal, lesão de raiz, lesão radial, entre outras.

O tipo de lesão que você sofreu é somente 1 dos diversos fatores (ex.: idade, comorbidades, alinhamento do joelho, etc.) que avaliamos na hora de decidir qual o melhor tratamento pra você.

Você não precisa ficar quebrando a cabeça pra descobrir que tipo de tratamento é melhor. Conte com o ortopedista especialista em joelho. Cuide-se e previna-se!O Dr. Carlos Vinicius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn