meniscectomia parcial

É normal ter dor mais de 3 meses após a cirurgia para meniscectomia parcial?


Sim, é esperado ter dor mesmo após mais de 3 meses da cirurgia, porque quem precisa de uma meniscectomia parcial já está com o menisco adoecido. Não é “culpa” da cirurgia.

Antes de explicar por que isso acontece, esclareço que a dor após cirurgia tem várias causas. Mas, considerando que não houve nenhuma complicação cirúrgica e que o procedimento foi bem indicado, é esperado ter dor. Saiba o porquê nas próximas linhas.

Quando se faz a meniscectomia, seja do menisco medial ou lateral, nós removemos a porção do menisco que está danificada. O ideal é reparar (suturar) o menisco sempre que possível, mas quando optamos pela meniscectomia significa que não era possível reparar o menisco.

O menisco possui funções importantes para a saúde do joelho. Uma delas é proteger o joelho contra o impacto (as forças) do dia a dia. E outra delas é permitir que os ossos do joelho (fêmur e tíbia) encaixem melhor um no outro.

Se o menisco está parcialmente danificado, significa que ele não está funcionando adequadamente. Com isso, seu joelho começa a ser sobrecarregado; e, por conseguinte, você sente dor.


Então, vale à pena fazer a meniscectomia parcial?


Sim, porque o objetivo da meniscectomia parcial é aliviar a dor e evitar a inflamação do joelho provocada pelo pedaço (flap) do menisco que está doente e fica irritando o joelho quando você se movimenta.

Perceba que essa dor é diferente da dor resultante da sobrecarga do joelho, que é produzida pelo mau funcionamento do menisco. São dores diferentes. Assim, caso não fosse realizada a meniscectomia parcial, esperar-se-ia a combinação dessas duas dores, constituindo uma situação ainda pior.

Sempre que obtemos resultado insatisfatório após a cirurgia, é necessário entender a causa. Não necessariamente houve problemas com a cirurgia. Pode ser somente a evolução natural da doença que você já possui.

Para te ajudar nessa análise e no seu tratamento, conte sempre com o ortopedista especialista em joelho. Cuide-se e previna-se!O Dr. Carlos Vinicius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn