fratura da patela

Tratar a fratura da patela (rótula) sem cirurgia funciona?


Sim! Até 98% das pessoas tem resultados muito bons. Mas, não é todo mundo que pode ser tratado dessa maneira. A patela é um osso do joelho e é muito importante para que você consiga andar, chutar, correr, etc. Não subestime a sua fratura, e continue lendo este artigo pra se informar melhor.


Tratamento da fratura de patela sem cirurgia


Nessa situação, há a necessidade de ficar com o joelho imobilizado por cerca de 1 mês e meio. Geralmente, esse é o tempo necessário para que a fratura consolide, ou seja, que o osso cicatrize adequadamente.

A imobilização do joelho não é feita com uma simples joelheira. Utilizamos uma órtese (brace), gesso ou tala gessada. Se utilizar algum dispositivo menos rígido, sua patela pode não cicatrizar.


Quem pode ser tratado sem cirurgia?


Cerca de 25% das pessoas podem ser tratadas com a imobilização, sem necessidade de operar. A grande vantagem é não precisar ser submetido a um tratamento mais invasivo, mas o tempo de recuperação é basicamente o mesmo. 

São duas situações principais em que se pode realizar o tratamento sem cirurgia.


Primeira indicação de tratamento não cirúrgico


A primeira delas são as fraturas com mínimo desvio entre os fragmentos ósseos. É quase como se a sua patela tivesse “trincado”.

Por outro lado, se os fragmentos ósseos estiverem longe um dos outros não tem como ficar sem operar, porque quando os ossos estão distantes uns dos outros a cicatrização é mais difícil.

Todavia, não basta os fragmentos estarem próximos. É imperativo que você não tenha perdido a função principal da patela, que é de esticar o joelho. Um gesso não consegue corrigir isso.


Segunda indicação de tratamento não cirúrgico


A segunda situação é quando seu osso é muito fraco, o que chamamos de osso osteoporótico. Quando o osso é osteoporótico, ele quebra em vários pedaços, o que pode inviabilizar a cirurgia. Normalmente, quem tem osso osteoporótico é uma pessoa com a saúde mais frágil, e a cirurgia pode ser uma agressão muito grande a seu corpo.

Desse modo, é preferível não operar. O lado bom é que as pessoas que se enquadram nessa segunda situação costumam apresentar, relativamente, um bom resultado do tratamento, que seria semelhante ao tratamento cirúrgico.

Lembre-se que quem pode te ajudar a definir o tipo de tratamento mais adequado da fratura de patela é o ortopedista especialista. Por isso, se você, ou alguém que você ama sofrer fratura de patela, consulte-se com especialista. Cuide-se e previna-se!

O Dr. Carlos Vinicius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui.

Dr. Carlos Vinícius Buarque de Gusmão 

Ortopedista Especialista em Joelho

CRM: 140.189 TEOT: 13.130 RQE: 58671

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn