fibromialgia

Quantas sessões de ondas de choque são necessárias para fibromialgia?


São poucas as situações que resolvem com uma sessão única de ondas de choque, especialmente a fibromialgia, que é uma doença crônica, debilitante e cujo manejo é difícil. Por isso, não espere que seu caso será resolvido com poucas sessões de tratamento.

O problema não está no tratamento, e sim na doença. O tratamento com ondas de choque vem para ajudar a se somar ao restante do tratamento que já vem sendo feito.

As ondas de choque não têm nada a ver com choque elétrico, mas elas atuam nas células do seu sistema nervoso, interrompendo os processos de perpetuação da dor crônica. Como esses processos não são interrompidos de uma única vez, são necessárias pelo menos 3 sessões de tratamento.

O intervalo entre cada sessão é variável, mas gira em torno de 1 semana entre cada sessão. Além disso, pode ser necessário repetir aquele conjunto mínimo de 3 sessões mais de uma vez, porque as crises de dor da fibromialgia podem recidivar.

Por mais que sejam necessárias mais de 3 sessões, você não deve se desanimar, pois fazer múltiplas sessões é melhor do que não ter a oportunidade de fazer nenhuma e de continuar sofrendo com muita dor.

Não desista da sua saúde e invista nela. Consulte-se com o ortopedista especialista em ondas de choque. Cuide-se e previna-se!O Dr. Carlos Vinicius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn