cirurgia de LCA

É normal ficar com o joelho travado depois da cirurgia de LCA


O Ligamento Cruzado Anterior (LCA) é um dos componentes mais importantes para o funcionamento do joelho – e um dos que mais sofrem rupturas. 

Em muitos casos, a melhor opção de tratamento para uma ruptura do LCA é a cirurgia.


Como é a recuperação da cirurgia do LCA?


Nas primeiras 4 semanas do pós-operatório, o foco é recuperar a extensão máxima do joelho e a ativação do quadríceps. Nesse período, é normal haver certa resistência articular ao movimento. 

Nos meses seguintes, o joelho recupera sua funcionalidade para atividades cotidianas e profissionais que não demandem carregar muito peso, se ajoelhar ou ficar em posições desconfortáveis.

No caso das atividades mais desgastantes e dos esportes, a recuperação total pode levar de 9 a 12 meses.


E se meu joelho travar depois da cirurgia de LCA?


Apesar de ser normal certa dificuldade de movimento do joelho nas primeiras semanas do pós-cirúrgico, o bloqueio articular completo nunca é um bom sinal.

Se o seu joelho “trava” depois da cirurgia, isso pode ser indicativo de algum problema na recuperação ou de uma resolução insuficiente do problema que levou ao rompimento do LCA.

Nesse caso, é importante buscar um cirurgião ortopedista especializado em joelho para avaliar o motivo do bloqueio articular e como melhorar a recuperação ou adequar o tratamento.

O Dr. Carlos Vinícius Buarque de Gusmão é ortopedista, especialista em Joelho, ondas de choque e Tratamentos Minimamente Invasivos (infiltração, denervação, PRP e Bloqueio dos geniculares) e atende em São Paulo, na Vila Mariana e no Morumbi. Se quiser tirar suas dúvidas, clique aqui

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn