prótese de joelho

Testemunha de Jeová pode fazer prótese de joelho sem transfusão de sangue


A artroplastia total de joelho, que é a cirurgia para colocar uma prótese no joelho, é um procedimento de grande porte. Como todo procedimento de grande porte, existe perda sanguínea, que gera um risco de necessidade de transfusão que pode chegar a mais de 30%.

Esse tipo de situação preocupa muito meus pacientes Testemunhas de Jeová, pois vocês não podem realizar transfusão de sangue. Nós, ortopedistas, também não gostamos de transfusão sanguínea, pois este procedimento está relacionado a maior taxa de infecção e tempo de internação.

Aqueles mais de 30% que comentei no início desse artigo se referem a estudos mais antigos, sem o planejamento adequado, situações graves e sem considerar as necessidades de um paciente Testemunha de Jeová. A cirurgia para colocar uma prótese de joelho é eletiva, ou seja, temos tempo para programar e planejar o procedimento de modo a oferecer pra você, que é Testemunha de Jeová, um procedimento seguro.

Durante a programação da cirurgia, existem diversas medidas que podemos tomar para praticamente zerar o risco de indicação de transfusão de sangue. Algumas delas são a suplementação de ferro e o uso de eritropoetina (EPO).

No momento da cirurgia e no pós-operatório, também há medidas para minimizar as perdas de sangue, como a utilização de medicamentos que auxiliam a coagulação sanguínea, o uso de cola de fibrina para auxiliar a cicatrização, escolher próteses menos invasivas, empregar uma boa técnica cirúrgica, entre outros.

É importante saber que estamos juntos com você na decisão e realização da prótese de joelho, e todos os esforços possíveis serão empregados para que o procedimento ocorra da melhor maneira. Busque o ortopedista especialista que possa te auxiliar no tratamento cirúrgico da artrose de joelho considerando suas particularidades como Testemunha de Jeová. Cuide-se e previna-se!

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn