tipos-de-joelheiras

Tipos de Joelheiras: qual a mais adequada para o seu caso?

As joelheiras, também chamadas de braces (do inglês) ou imobilizadores de joelho, são dispositivos ortopédicos essenciais para o cuidado e a proteção dos joelhos em diversas situações. Elas são projetadas para oferecer suporte, estabilidade e alívio de dores, sendo utilizadas em uma variedade de situações e atividades. Vamos explorar os tipos de joelheiras, seus propósitos e quando é apropriado usá-las.

Tipos de Joelheiras

 

1- Joelheira de Compressão: 

Pode também ser chamada de joelheira elástica. É utilizada em atividades leves, como caminhadas e corridas, proporcionando compressão e suporte moderado, tornando a atividade mais confortável e com menor sensação de dor. A joelheira de compressão não provê estabilidade ao joelho

2- Joelheira Estabilizadora: 

Essa sim provê estabilidade ao joelho, pois possui barras laterais que dão suporte à articulação. Recomendada para fraturas e lesões de tendões e ligamentos,, que são situações que podem ocorrer após entorses, quedas e outros acidentes., 

As joelheiras estabilizadoras  fornecem estabilidade ao joelho durante movimentos, auxiliam na recuperação da lesão e contribuem para a melhora da dor. 

São também muito utilizadas após cirurgias de reparo ou reconstrução de ligamentos, reparo de tendões e osteossínteses (tratamento de fraturas) justamente por prover estabilidade ao joelho de modo a proteger o joelho e dar conforto ao paciente.

joelheira-estabilizadora

3- Joelheira Articulada:

São joelheiras estabilizadoras que, ao mesmo tempo que estabilizam o joelho, permitem a mobilidade do joelho. Essas joelheiras possuem travas que limitam a amplitude do movimento do joelho conforme a prescrição médica. Por exemplo, se o ortopedista quer que você dobre somente 90°, você consegue limitar o movimento a 90°.. 

As joelheiras articuladas também são muito utilizadas durante a recuperação pós-cirúrgica, pois possuem a mesma função da joelheira estabilizadora com o adicional de permitir movimentos sob controle.

4- Joelheira Esportiva:

Projetada para uso durante atividades físicas, como corrida, musculação e esportes de contato, visando prevenir lesões e melhorar o desempenho. São joelheiras bem funcionais porque provêm estabilidade e mantêm o movimento do joelho ao mesmo tempo.

joelheira-esportiva

5- Joelheiras corretivas

São joelheiras utilizadas para pessoas com o joelho torto em varo ou em valgo. Elas não corrigem propriamente a tortuosidade do joelho, mas elas forçam o joelho para o sentido contrário da deformidade, produzindo um alívio da dor. 

Por exemplo, se a pessoa tiver um joelho valgo (joelho pra fora), a joelheira corretiva vai forçar o joelho pra dentro, de modo a diminuir a carga no joelho. Pessoas com artrose do joelho se beneficiam bastante desse tipo de joelheira.

6- Órteses de reabilitação (órteses funcionais)

Toda joelheira é uma órtese. E ela pode ou não ser usada durante o processo de reabilitação. As órteses de reabilitação são  empregadas quando uma lesão já está presente. Elas podem oferecer compressão, estabilização da patela, ou restringir o movimento do joelho após uma lesão ou cirurgia. Ao mesmo tempo que protegem o joelho, essas órteses permitem que a pessoa consiga realizar certos movimentos que envolvam o joelho, como caminhar e até mesmo correr. 

Além disso, ajudam na proteção de ligamentos danificados, como os ligamentos colaterais medial e lateral após um entorse, prevenindo o agravamento da lesão. 

As joelheiras articuladas são órteses funcionais, mas existem outras órteses funcionais também, como aquelas que auxiliam na estabilização da patela em pessoas com dor patelofemoral ou instabilidade patelofemoral (luxação da patela)

7- Faixa elástica simples: 

Muito utilizada por praticantes de levantamento de peso competitivo. Ela é envolvida firmemente, em espiral, ao redor dos joelhos. Essa técnica melhora o desempenho esportivo no agachamento, e visa prevenir lesões ligamentares durante atividades de agachamento com carga muito elevada. Não há estudos, no entanto, que comprovem seu papel em estabilizar o joelho e prevenir lesões nesse sentido, mas há estudos que demonstram seu benefício no desempenho do atleta.

O uso inadequado da faixa elástica pode danificar a pele, aumentar o risco de compressão vascular e neurológica, e produzir fadiga muscular precoce e produzir o efeito oposto ao desejado. Por isso, deve-se realizar o enfaixamento com a técnica correta e material adequado..

Para que servem as joelheiras

Conforme observamos ao longo desse artigo, as joelheiras possuem diversas funções:

    • Alívio da Dor: As joelheiras podem ajudar a reduzir a dor causada por condições como osteoartrite e lesões.
    • Estabilidade do Joelho: Elas oferecem suporte e estabilidade, especialmente úteis para pessoas com instabilidade da patela ou lesões de ligamento.
    • Recuperação Pós-Operatória: Após cirurgias no joelho, as joelheiras auxiliam na recuperação e proteção da articulação durante o processo de cicatrização.
    • Prevenir lesões: Especialmente para atletas de esporte de contato, a joelheira pode ajudar na prevenção de lesões ligamentares
    • Melhorar a performance esportiva: Útil para praticantes de fisiculturismo (bodybuilding) e levantamento de peso (powerlifting)

Quando usar as Joelheiras

  1. Artrose: Para pessoas com osteoartrite no joelho, as joelheiras de compressão, estabilização e correção podem ajudar a aliviar a dor e proporcionar suporte.
  2. Lesão de Ligamento: Após uma lesão de ligamento, como um estiramento ou ruptura, uma joelheira estabilizadora ou articular pode ser recomendada para proteger a articulação.
  3. Instabilidade da Patela: Para quem sofre com instabilidade da patela, uma joelheira específica para esse fim pode oferecer o suporte necessário durante atividades físicas ou até que seja realizada a cirurgia.
  4. Pós-Operatório: Após uma cirurgia no joelho, seguir as orientações médicas sobre o uso de joelheiras é essencial para uma recuperação adequada e segura.

Benefícios Adicionais

  • Melhoria da Dor: As joelheiras podem reduzir a dor ao proporcionar suporte e estabilidade à articulação.
  • Estabilidade do Joelho: Elas ajudam a prevenir movimentos excessivos ou instáveis que podem levar a lesões.
  • Uso Durante Exercícios: Dependendo do tipo de joelheira e da recomendação médica, muitas podem ser usadas durante atividades físicas, oferecendo proteção e suporte durante o treino.

Ao considerar o uso de joelheiras, é importante consultar um profissional de saúde para orientação personalizada e garantir que o modelo escolhido atenda às necessidades específicas de cada indivíduo.

Agende agora sua consulta com o Dr. Carlos Vinícius e comece a sua jornada rumo a uma vida mais ativa.

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn