fascite-plantar

Fascite plantar: o que é, sintomas, causas e tratamento

A fascite plantar é uma dolorosa condição que afeta a parte inferior do pé. É uma das causas mais comuns de dor no calcanhar e pode afetar pessoas de todas as idades. Neste artigo, discutimos os sintomas, causas e tratamento da fascite plantar, incluindo tratamentos avançados como terapia por ondas de choque e proloterapia.  

 

O que é  fascite plantar?  


A fascite plantar é a inflamação do tecido que conecta o calcanhar e os dedos dos pés, chamado de fáscia plantar. Essa condição ocorre quando a fáscia plantar é esticada ou distendida demais, causando microtraumas que podem levar a dor e inflamação.  

 

Sintomas da fascite plantar 


Os sintomas da fascite plantar incluem dor no calcanhar que pode ser descrita como uma dor aguda ou incômoda. A dor geralmente é pior pela manhã, logo após acordar e dar os primeiros passos, podendo diminuir durante o dia, mas pode retornar após atividades prolongadas. A dor também pode piorar ao subir escadas ou em superfícies duras.  

Causas da fascite plantar 


A fascite plantar é frequentemente causada por uma combinação de fatores, incluindo: 

  • Sobrecarga frequente da sola do pé, por exemplo, correr, pular ou dançar.
  • Problemas biomecânicos, como pés chatos ou arcos altos.
  • Obesidade, que causa pressão extra nas pernas
  • A velhice, que pode causar degeneração da fáscia plantar

Tratamento da fascite plantar 


O tratamento da fascite plantar geralmente envolve uma combinação de fisioterapia, palmilhas e exercícios especiais. Mas, em alguns casos, essas abordagens não são suficientes para aliviar a dor e melhorar a função da perna. Nesses casos, pode ser necessário considerar opções avançadas de tratamento, como  terapia por ondas de choque e proloterapia.

Terapia por ondas de choque para fascite plantar 


A terapia por ondas de choque é uma terapia não invasiva que usa ondas sonoras de alta frequência para estimular a cicatrização do tecido danificado. No tratamento da fascite plantar, a terapia por ondas de choque pode ser usada para estimular a regeneração da fáscia plantar danificada, aliviar a dor e melhorar a função do arco do pé.  

A terapia por ondas de choque é geralmente recomendada para pacientes que não obtiveram alívio da dor com outros tratamentos conservadores, como fisioterapia, talas e exercícios. 

 

Proloterapia para o tratamento da fascite plantar


A proloterapia é um tipo de infiltração na qual uma solução irritante é injetada no tecido danificado. Isso desencadeia uma resposta inflamatória controlada que leva ao reparo do tecido danificado e ao aumento do fluxo sanguíneo para a  área tratada. Para a fascite plantar, a proloterapia pode ajudar a fortalecer a fáscia plantar e reduzir a dor.

Tal como acontece com a terapia por ondas de choque, a proloterapia é geralmente considerada para pacientes que não responderam a outros tratamentos conservadores.

 

Importância do tratamento avançado para evitar a cirurgia 


A fascite plantar pode ser uma condição persistente e dolorosa. Quando o tratamento conservador falha, a cirurgia costuma ser o próximo passo. No entanto, tratamentos avançados, como  terapia por ondas de choque e  proloterapia, podem ajudar a evitar a cirurgia.  

Ao estimular a regeneração do tecido danificado, essas opções de tratamento podem ajudar a melhorar a função do pé e aliviar a dor, reduzindo a necessidade de cirurgia.

Você tem fascite plantar?

Faça uma avaliação com o Dr. Carlos Vinícius!

Dr. Carlos Vinicius Ortopedista SP

Sobre o Dr. Carlos Vinícius

O Dr. Carlos Vinícius é referência no tratamento por ondas de choque em São Paulo. Formado há mais de 10 anos pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), se especializou em cirurgia do joelho pela Universidade de São Paulo (USP) e finalizou seu doutorado em Ciências da Cirurgia também pela UNICAMP.

Saiba mais

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn