luxação da patela

Quais os sintomas de quando a patela (rótula) sai do lugar?


No joelho, temos quatro ossos principais, o fêmur (osso da coxa), a tíbia e a fíbula (ossos da perna), e a patela. Antigamente, a patela era chamada de rótula, que significa “rodinha” em latim. E, justamente, a patela é aquele osso arredondado que fica na frente do joelho.

A patela normalmente fica encaixada no fêmur, numa região que chamamos de tróclea. Quando a patela sai do lugar, chamamos de luxação da patela; ou, de forma mais técnica ainda, chamamos de luxação patelofemoral.

A luxação da patela pode ser um episódio bastante dramático ou mais ameno.


Sintomas da luxação da patela em situação dramática


Na situação mais dramática, a patela sai do lugar e não volta sozinha. Você consegue ver que ela está fora do lugar, porque aquela bolinha do joelho (que é a patela) não está mais na parte da frente. Ela fica na parte de fora, ao lado do joelho.

Além disso, dói muito! Você tenta esticar o joelho e falta força, não só pela dor, mas porque você perde força mesmo. Então, não dá pra apoiar o peso do corpo na perna machucada, nem é possível andar.

Para casos mais dramáticos, a patela só volta para o lugar se alguém colocá-la de volta. O nome desse ato de colocar a patela no lugar é chamado de manobra de redução. Quem deve fazer a manobra de redução é o ortopedista e somente ele. Se uma pessoa despreparada fizer isso, você pode sofrer uma lesão ainda maior na patela.


Sintomas da luxação da patela em situação mais amena


Nessa situação, que é a maioria, a patela sai e volta para o lugar rapidamente. Você nem consegue ver direito que ela saiu do lugar. Na verdade, a maioria das pessoas só sentem que isso aconteceu, e os pacientes contam que “o joelho saiu do lugar”.

Geralmente, as pessoas que sofrem vários episódios de luxação passam por essa situação mais amena. Você sente dor também, mas pode não ser tão intensa quanto na situação dramática. Além disso, você consegue apoiar a perna no chão (com dor) e não perde força para esticar o joelho. Você pode até não conseguir apoiar a perna no chão e se sentir fraco, mas é pela dor.

Sintomas após ter sofrido a luxação da patela


Os sintomas não param após a patela ter voltado para o lugar. Ao contrário, eles até aumentam no dia seguinte, porque o joelho fica edemaciado (inchado) e pode ficar um pouco mais quente pelo sangramento que ocorre dentro dele. Com isso a dor aumenta, bem como a dificuldade para andar e movimentar (dobrar e esticar) o joelho.

Somado a isso, a luxação da patela pode provocar outro problema: uma lesão osteocondral. Essa lesão é um fragmento de osso junto com cartilagem que se destaca da patela (mas pode se destacar do fêmur também) por causa do impacto da patela contra o fêmur no momento em que a patela volta para o lugar. Esse fragmento osteocondral pode ficar “solto” no joelho e impedir que você consiga fazer movimento de dobrar e esticar o joelho, porque ele funciona como uma “pedra no sapato” que machuca cada vez que você movimenta.

Você já passou por isso? Se sim, aconselho você a passar no ortopedista especialista o quanto antes para se tratar, mesmo que hoje não esteja doendo. Cuide-se! Previna-se!

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Telegram
LinkedIn